quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Escape to Tomorrow & Zero Charisma

Okay nova sessão...vamos recomendar filmes esquecidos como fiz com o antigo "Balada do Samurai" mas em sessões duplas!
E para tanto dois filmes que realmente merecem ser visto, aliás meus Haters que smepre reclamam que eu reclamo de tudo...também quando eu elogio ninguém quer saber¬¬

ESCAPE FROM TOMORROW
Um dos ultimos filmes favoritos do Robert Ebert (não sabe quem é...googla seu filisteu!), EfT foi um dos filmes mais polêmicos do ano simplesmente por ser filmado dentro dos parques da Disney, SEM permissão ou aviso da grande corporação, SIM, o filme é feito dentro de um dos locais mais seguros do mundo e que mais presa por sua imagem simplesmente foi secretamente usado para fazer esse filme de...Terror(?)....comêdia(?)....Noir isso fez com que rapidamente e em seus festivais o filme v irasse um achado! Infelizmente todo o Hype que o filme alcançou se perdeu simplmente pq a Disney utilizou a tática do "o que vem de baixo não me atinge" e simplesmente reconheceu que o filme existia,mas que não ia tomar nenhuma ação contra isso....e funcionou, a falta de interesse do estúdio refletiu na falta de interesse da internet.
"Ta e dai o que tem no filme?"Bem, segure as polaínas  o filme é um filme independente fito na surdina!Ela ele é incrivelmente inconstante(principalmente nas cenas que se usa tela verde), algumas cenas são ótimas, algumas horríveis, mas incrivelmente as pessoas que odeiam esse filme só ficam nesse ponto.
A história não podia ser menos estranha...um pai de família "perfeita" é demitido por telefone enquanto a família esta no ultimo dia das férias da Disney....e ele guarda isso pra si...começando a ficar louco por causa dos problemas normais de família...e de duas jovens francesinhas(que não falam apenas ficam cantarolando em francês).
Isso....nas primeira partes do filme....a psicose do protagonista só aumenta, logo nem ele nem o público sabe mais o que acontece, o que é real e o que é imaginário....e tudo debanda numa espiral de su-realismo, com direito a organizações secretas, epidemias globais, telepatas que cuidam de testemunhas, uma rede de prostituíção...e uma ex-princesa maga....e o mais irreal é acreditar que realmente vendem alcool dentro do parque....

Como disse, apesar dos Hatters caírem de pau idolatrando o diretor do filme e condenando a pobre empresa de felicidade..o filme não ataca propriamente a Disney....ou sim...veja o Filme lembra muito os filmes do David Lynch, sendo o filme uma espécie de humor negro (aonde o Terror é em parte de situações desconfortáveis, parte de não se saber que porra ta acontecendo).
O filme não faz muito sentido...muitas partes não encaixam ou são simplesmente um mistério, o próprio filme se apresenta assim, apesar do protagonista ter sua história, parecem que várias outras histórias se cruzam sem ele saber daonde vieram.
O diretor fez o filme após voltar para a Disney com os filhos e lembrar do seu pai(que não tinha uma boa relação,mas o levava a Disney por morar perto), somando com o parecer da sua mulher (uma Enfermeira Russa que comparou o estado "sempre-feliz" dos funcionários com um manicônio.) e é simplesmente isso que o filme mostra...pessoas que precisam demonstrar felicidade quando não podem....ou nem isso, pois metade do filme só é loucuras e loucuras sem saber aonde esta a realidade.
E isso que não faz o filme ser bom....ideias ótimas ,mas que se perdem.
O próprio Sr.Ebert disse isso, o filme é um dos favoritos dele, e mesmo assim o filme é cheio de problemas e defietos.
Quanto a mim? reconheço que poucos vão gostar...mas eu adorei e vai pra minha lista!
Nota: 7,5
E adoro a Disney!

Zero Charisma

Esse filme encontrei por completo acidente, nunca tinha ouvido falar (mas também, recém saiu)e é a coisa mais simples...uma comêdia, sobre um Mestre de RPG, que a única coisa que ele da importância na vida é para a sua aventura(que o grupo joga religiosamente a 3 anos), a vida dele não é o que nenhum de nós pode querer...mas é o que ele gosta e o que ele defende...infelizmente um dos jogadores abandonou o grupo...e para substituir chamaram um cara novo que quer voltar a jogar RPG após uns anos, e infelizmente para nosso protagonista....o novato é incrivelmente popular(mas um Hipster nãos e engane).
Claro essa história simples e clichê (foi até um episódio dos Simpsons), mas isso é só parte da trama, o melhor ainda é todo o drama psicológico(sim numa comédia) mostrando como nosso protagonista é auto-destrutivo, como sua vida mesmo sem muita felicidade desmorona e como uma pessoa que nunca pediu muito pode perder tudo(pq a vida muda), e muitos dos problemas que o levaram a ser assim (apesar do filme não tem nenhum flashback(ainda bem).
por ser um clichê...todo mundo que já jogou RPG vai ver um pouco de si no filme...mas mesmo assim o filme é ótimo como uma construção do personagem e sua desconstrução.
 Nota: 8
E francamente...queria que o filme não fosse tão curto, e queria mais dos outros personagens no final.
...
não sou muito bom em recomendar....normalmente me estresso e coloco uma foto erotica...mas oque colocar quando se elogia?Ahh vai essa garotinha vestida de Tardis.

Cuttie cuttie ela, não?



4 comentários:

Gutembergue Lucas Vila Nova disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lance Sonovavish disse...

Na real não me importo com ele XD

Mas achei válido o citar, principalmente nesse caso que ele cita que o filme é ruim e imperdível ao mesmo tempo.

Lance Sonovavish disse...

Francamente o único outro cara famoso com opinião sobre o filme é o Silent Bob que achou o filme chato.

Gutembergue Lucas Vila Nova disse...
Este comentário foi removido pelo autor.