quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Taboo : Estupro

Bem só pra cliar o clima...senhoras e senhores Nirvana!

Bem como posso começar a falar sobre estupro?Bom como tudo se começa em uma pequena anedota^^

Numa das apresentações estilo 4° série que fazemos na faculdade de direito, uma colega minha reclamava que a pena para estupro era muito baixa, e enfatizou dizendo “é o maior crime que podem cometer contra uma mulher” ao passo que um tal de Gustavo(nunca ouvi falar) respondeu “Não...acredito que o homicídio ainda seja o maior crime.” Para o divertimento pessoal do professor que queria dizer a mesma coisa.
Aliás saibam vocês que se uma mulher quiser forçar um homem para o coito não é crimne,mas se ela além disso forçar ele a segurar seus peitos ou fazer anal é?(Jóinha pra vocês legisladores!), francamente...quando trabalhei na assistência gratuita acompanhei mais de um caso aonde a relação era consensual e a menina depois alegava estupro quando terminava a relação...e uma vez vi isso quando uma mãe queria manter a filha após a separação.

A verdade é que estupro pode realmente acabar com a vida da pessoa, ou a pessoa simplesmente não dar picas(desculpe o trocadilho) pro que aconteceu.
Tenho uma amiga que foi estuprada quando pequena e da de ombros.

Lembro que durante o torneio de Tênis o narrador volta e meia enfatizava da terrível experiência que uma das tenistas sofreu quando foi estuprada quando tinha 15 anos....e porra deve ser mais desagradável ser uma das maiores tenistas do mundo e ser lembrado por ter sido estuprada...

Mas não vi falar do estupro na vida real...vim falar dele nas mídias de entreterimento.

Sabe eu lembro que era comum ter estupradores nos filmes dos anos 80.

Aliás era comum em filmes do Charles Bronson e outros ter sempre o vilão estuprando uma gostosinha no começo do filme, ela morrendo(até os 12 anos eu acreditava que o crime de estupro era sexo seguido de morte) e o Herói saindo num frenesi psicótico....

...
Ahhh...

Aqueles eram os tempos...^^

...

Nova Geração você tem 3 minutos para parecer foda!

...

Meu caso se encerra¬¬

Mas voltando...hoje vemos uma grande liberdade...e inclusive programas de TV da Disney tocando em assuntos como drogas e gravidez infantil...mas sério não lembro de nenhum programa ter tocando no tema do estupro.
Tirando aquele filme da Nintendo aonde estranhamente uma garotinha pra sair de encrencas berrava “ahhh aquele cara tocou nos meus seios!”...mas só estávamos naquele filme para ver Supermario 3!!!!

Hoje o único problema com estupros é sendo uma piada correlacionada com ir pra prisão...Aliás já notaram como homens sendo estuprados ou tendo seus anus violados sempre é encarado como uma piada?E a mesma coisa com uma mulher é algo horrível?
Qual o problema a experiência não seria traumática para um homem?Sério..WDF...igualdade de sexos...

Enquanto no cinema temos o aparentemente desaparecimento desse crime, fora no filme do Predadores aonde temos um estuprador carismático...isso inclusive é uma das piadas do filme...mas é claro..o filme tenta fazer um PIANISTA ser um mercenário durão.

Bem nos quadrinhos fora do mainstream adora isso!
Sério uma quantidade de “escritores undergrounds” que acreditam que violência desmedida e personagens sendo escrotos escrevem a mesma porcaria do “herói” emasculando ou matando o Estuprador e se sentem felizes e geniais por isso(aliás quadrinhos nacionais possuem um estranho fetiche de falar em castração)...mas acontece que isso não é novo e genial...grande heroínas já foram esturpadas, claro que essas cenas foram mal feitas e subjetivas...tão subjetivas que s fãnboys delas juramq eu elas não foram.

O Maior caso de estupro foi o da Miss Marvel, aonde ela era dominada por um personagem chamado Marcus(acabaram os nomes de vilões aparentemente), ele a levava para outra dimensão, transava com ela e a devolvia para a Terra Grávida, na Terra ela rapidamente dava a luz a um bebê, que no meio dos Vingadores envelhecia quase qua instantaneante até virar uma nova versão do mesmo Marcus que leva a Miss Marvel de volta a dimensão aonde eles estavam....essa merda toda foi chamada pelas feministas em seus livros sobre fontes e lagos de “O Estupro de Miss Marvel”...eventualmente a Marvel para esconder isso criou o ataque da Vampira na Miss M para ela ficar em coma e longe dos holofotes das feministas.

O que nos leva a outra briga...o estupro da Vampira em Genosha

...e essa seria uma ótima história...Vampira a personagem que não pode tocar ninguém, subtamente perderia seus poderes e seria estuprada na prisão...perfeito...afinal como sabemos hoje estupros em prisão são coisas divertidas(¬¬), mas mesmo assim apesar de claras evidências(e da Marvel sempre falar de maneira subjetiva ara evitar feministas chatas), a maioria dos Fanboys contesta o ato O.o...memso a própria Miss Marvel relatando isso para o Wolverine edições depois(na época a Miss Marvel divida o corpo com a Vampira) além de dizer que ela Carol havia tomado o corpo para que a Vampira bloqueasse que foi estuprada(aparentemente a Carol não se importa).

Outro fato,mas esse menos controverso foi o da pretensa Robin, Salteadora, primeiramente ela revelou ao Batman que quando era ela pequena seu Babá tento violentar ela, ele foi encontrado uma semana depois morto por overdose e que seu pai poderia ser o responsável....mas isso não é aonde quero chegar, após cometer a maior cagada do mndo e colocar Gothan numa guerra de gangues, ela é capturada pelo vilão Máscara Negra, e torturada...e todos sabemos que a tortura comum em mulheres é estupro...e antes que alguém fale a tortura comum em homens é choque nos testículos...ela foi explicitamente esturada...POR UMA FURADEIRA!
Sim ela aparece no chão com o uniforme intacto as pernas meio tortinhas e o vilão com uma furadeira sangrando, sem contar que ela morre por causa de hemorragia interna, e não conseguia caminhar quando chegou no hospital....anos depois descobrimos que ela não morreu,mas estava escondida num convento na África...e volta a combater o crime...É a DC não espere um sentido.

Esses três acontecimentos foram tentativas frustadas de fazer estupros em quadrinhos, nada mais eram que maneiras toscas de chocar e fazer um auê...mas elas realmente não trouxeram nada de novo...a Miss Marvel anda por ai mais frustada pro ser uma Heroína pouco conhecida, a Vampira bloqueou as memórias e quando passou a poder tocar os outros virou piriguete...e a Salteadora apesar de dizer que foi Morta pra ensinar uma lição para o Batman...mas volta a combater o crime mesmo assim, mas isso nem se compara ao que vem agora

Argh...uma das coisas que mais irrita em mangas/Animes é o constante fanservice...que funciona quase com uma tentativa de fazer você ter tesão..mas que acaba rapidinho...o que impossibilit a brincadeira de Power Rangers....cinco contra o monstro gigante...entenderam?

Como Japão é um lugar aonde eles investem dinheiro em serem criativos...mas não são...então um dia um desses mangas fez os personagens serem completamente abusivos sexualmente e isso se passou a regra..., os personagens se agarram e apertam, ficam respirando ectados quando vêem calcinhas...TEM O MALDITO SANGUE NO NARIZ QUE NÂO FAZ SENTIDO AGHHHHHH

...

Bom como disse o Alan Moore...Japoneses tem muitos problemas sexuais...em resposta o Japão transformou o Alan Moore numa Lolicon.

...
Fora o assedio sexual mostrado em programa infantis como piadas e comportamento social...se bemq eu só o protagonista pode abusar das garotas o gordo amigo dele é escurraçado como o Quasimodo....os Japonês em 99% dos seus hentais usam o estupro como motivacional...não que realmente seja retratado o estupro...um dos personagens assalta o outro a contra gosto, até que o outro(menino ou menina nos dois casos) simplesmente se entrega reconhecendo que ele sempre queria transar com o primeiro.

...

Sim...99% da pornografia do Japão é assim...e como eu sei?Pq eu vi todo o 100% XD

Mas não só isso...um único Mangá que eu estava vendo num site...er..que eu só entrei para saber como se saía de lá....bem no Mangá tinhamos realmente um personagem jovem adulto abusando sexualmente da irmã caçula e da mãe, não só ele usava violência como as duas choravam, sangravam imploravam pra parar, elas realmente lutavam para sair daquela situação...ao contrario do comum “ficar quietinha e dizer que não antes de gozar”....bem sabe o que os comentários sobre esse mangá diziam?”Você é um doente!””como você pode se ecitar com isso?” “Você devia ser estuprado pelo ursinho Frtiz” “Você tem cara de melão” ...e poucos simplesmente diziam “Cara isso foi um estupro...90% dos outros mangas desse site têm isso....seus hipócritas!”.

E ai que está...por algum motivo os desenhos e animes Japoneses têm um encanto em mostrar estupro e assedio como coisas naturais,as vezes na hipócrita maneira de dizer que entre pessoas que se gostam é “OK”, mas mesmo assim, se duas garotas se agarram em plena rua é óbvio que vai chamar a atenção e frustação de outros em volta...as leis realmente absolvem ou diminuem as penas pelo corportamento da vitima.

Em outros casos como no Mangá Qwanser seikor no...pra puta que pariu esses nomes¬¬

O Mangá/Anime eu primeiro achei que era uma porcaria...dai parei pra pensar e imaginei que fosse a mais genial paródia sobre histórias japonesas...depois vi que era uma porcaria mesmo e que o desenho se levava a sério...mas bem num desenho aonde o protagonista tinha que abusar de garotas sugando sua energia pelos seios dela para ficar mais forte...ele tem uma amiga que memso sendo assediada pelos vilões da série não só não reage..como chega a pedir desculpas só por reclamar que está sendo violentada.

...Okay acho que nesse caso estamos longe demais...

Bom para finalizar as únicas duas vezes que estupro foi realmente usado para uma história:

Jéssica Jones: Brian Bendis em sua estréia para o rei da Marvel nos brilhantou com a inesquecível Jéssica Jones...uma Ex-Superheroína fracassada de Alia, ela era incrivelmente carismática, sendo uma depressiva detetive particular com super força....toda a séire se dava com o mistério de por que ela tinha deixado de ser heroína e o que aconteceu de tão ruim....e finalmente descobrimos que ela havia sido violentada pelo Homem-Purpura....que apesar de ser um vilão D da Marvel ele é um conhecido estuprados(lembram quando ele invadiu a Torre dos Vingadores e deixava a Mulher Aranha peladinha do lado do trono dele), mas ele achou que isso era bom demais para ela, descobrimos no final da série que o Púrpura nunca tocou um dedo nela, ele fez com que a Jéssica o desejasse mas que tudo na vida(ele controla a vontade das pessoas), e a obrigava assistir enquanto ele estuprava e transava com outras mulheres.

...Issu durou meses até o Púrpura mandar ela matar o Demolidor...ao invés disso ela se confunde e acerta a Feiticeira Escarlate...e é atropelada pelo Visão.Ela não teve seu corpo violado nessa questão,mas sua mente....um dos motivos que eu mais odeio nos X-men é essa facilidade que Professores X e Rainhas Brancas de manipular os outros sem que achem que fazem algum mal....e quando fazem mal sem serem punidos.

O outro estupro realmente relevante é o do Gatts na série Berserk(o melhor Mangá já criado), nessa história o protagonista foi violentado quando era pequeno...afinal era fraco e vivia num exercito...e apesar de só aparecer em um único quadrinho...esse acontecimento é que molda todo o personagem.Gatts odeia ser tocado, ele não confia nas pessoas mesmo salvando elas de demônios, ele não quer ter nenhuma relação..e quando ele finalmente fez um grupo de amigos em quem confiava de novo, um deles eventualmente o trai fazendo ele voltar e ser mais recluso e desconfiado.Gantz apesar de ser um incrivel matador e Bad-Ass continua traumatizado pela experiência, ele trava quando sua amada está sendo estuprada, ele se desconcentra cada vez que as memórias retornam...e na boa quando se enfrenta...aliás a profundidade do Gatts é um dos melhores da série.

Nesses dois casos o Estupro foi realmente usado para montar a história sem que isso fosse o centro dela,

Bem e era isso...Estupro ainda é um taboo...e um dos mais estranhamente medidos...sendo permitido e engraçado em homens ou entre lésbicas...mas extremamete horrível quando feito entre um homem e uma mulher.

No mais...até mesmo o Homicídio é usado de maneira estúpida e desmedida, o Estupro quando usado do mesmo modo é pior ainda...por isso..Estupro use com moderação!


17 comentários:

Avalanche(Lance) disse...

Alan Moore Lolicon...supera essa Amer!

Poseidon disse...

Cara, muito bom. Realmente, o estupro ainda é tratado como um tabu, mas só na relação homem/mulher e quando o homem estupra a mulher, o inverso ou entre individuos do mesmo sexo não conta... Isso acontece porque a mulher ainda é vista como "sexo frágil" e portanto atentar contra a integridade de uma pessoa mais fraca é cruel e condenável, mas quando ocorre do mais fraco para o mais forte ou entre iguais, se releva.

O que é uma puta bobagem, diga-se de passagem. Acho que estupros são ótimos pretextos para originar histórias escabrosas. No momento escrevo uma onde o vilão virou um cara mal após ter a noiva estuprada e assassinada.

Lucas Sena disse...

Puta música foda do caralho!!!

Muito bom o post Lance.

wilker disse...

Cara essa parada de estupro entre homens realmente é muito utilizado como piada, pois a mídia e as próprias pessoas fazem com q seja assim. È a coisa da ignorancia da populãção q fortalece essas coisas.
Isso é parecido com os movimento negro negro e o movimento feminista, grupos que buscam direitos iguais, mas só se afastam desse objetivo.

valew

NandoFisch disse...

Só pelo fato de ter escrito "estupro" e derivativos sem tropeçar nas letras, já merece o elogio sincero. Puta merda, que post foda (sem trocaralhos...)

Os filmes dos anos 80 realmente foram especialistas em mostrar cenas de estupro, e cenas FORTES. O Justiça Cega, com o Richard Gere e o Andy Garcia é um exemplo.

Tem também um outro, cuja história é a única coisa que me lembro (esqueci o nome dessa porra e nem vasculhando o finado F.A.R.R.A. de cabo a rabo encontrei qualquer menção), onde um grupo de empresários de meia-idade paga pra uma empresa os levar a uma ilhota no Caribe onde simulariam estar numa guerra de verdade... Só que são recebidos a tiros de verdade por um bando de mercenários e tratados como prisioneiros, torturados e mantidos em celas no meio do mato.

A história gira mesmo em torno da única mulher do grupo, que lá pelas tantas é estuprada pelo coronel que lidera os mercenários. Quando vi esse filme (lá pelos meus 10 anos de idade), fiquei boladaço por meses...

...e até hoje não me lembro do nome desse filme.

Márcio, o Couto disse...

Nos anos 2000, houve aquele filme "Irreversível" tb (q é uma merda) com a deliciosa Monica Bellucci.
Tem um comentário do Cronemberg durante um festival desses, acho q Cannes, que fala: " Sexo e violência sempre andaram lado a lado, é como bacon e ovos". kkkk
Enfim, o post ficou muito bom, só pra variar. Parabéns.

Oneide disse...

Ah, mas tem tb toda uma história, pq "estupro" (no caso consentido) pode ser um fetiche tb. Essa coisa da mulher ser possuída, porque o homem não se aguenta de tesão e precisa comer ela agrada muita mulher com certeza! Acho q é por esse lado q os mangás abordam. Já o estupro mesmo, esse sim é um absurdo, um abuso, uma invasão, violação, e é por isso q os caras não duram 1 hora na cadeia

evil monkey disse...

o estupro (ou "estrupo" como dito popularmente)pode ser uma motivação DU CARALHO para um personagem.

A coisa é que poucos autores são capazes de lidar com maturidade sobre essas questões. Tipo a furadeira na Robin.

Além disso pouca gente percebe que o estupro tem reações que variam muito de pessoa pra pessoa.

Algumas ficam com ódio, outras com medo, outras se sentem humilhadas e tem até as que dão de ombros, como a sua amiga.

Mas sabendo lidar com isso, e dar a entonação correta ao estupro, ela se torna uma ferramenta narrativa ótima.

Avalanche(Lance) disse...

Sim Oneide o fetiche do estupro é comum nas minas....mas elas querem com um ESTRANHO.

Ser pega a força por alguém que ocnhece como nos Mangás e animes não...sem falar que a maioria dessas coisas é dirigida á homens...que por sua vez quase não possuem esse fetiche...e os que possuem são criminosos[:P]

Macaco quer ver um péssimo uso de Estupro?
Na revista Jovens Vingadores, em uma edição do Nada a Gaviã Arqueira disse que foi estuprada quandoera menor e blablabla....e apesar de toda a carga dramática daquela edição...isso não molda em nada a personagens, que usa um uniforme que dexa metade do corpo de fora.

Ali foi apenas pra criar polêmica barata...inclusive ninguém ganhou mais simpatia por ela por causa disso.

□■ ℓiv..☆ disse...

Tive que dividir meu comentário em 3 partes PQ esse Blog machista NÃO SUPORTA MEU TEXTO INTEIRO. Eu tb não queria estuprar o blog do Lance...¬¬

□■ ℓiv..☆ disse...

Parte I

Despois de tudo que me aconteceu essa semana me senti muito motivada a escrever sobre estupro também! Primeiramente,eu queria aproveitar o reaparecimento deste tema para retirar o que comentei tempos atrás aqui, eu esclareci que estava brincando, e hoje RETIRO, quase ninguém é estuprada por que quer... É que as vezes eu digo algumas coisas que só fazem sentindo pra mim sem a mínima responsabilidade.Desculpas XD
E vamos lá... ESTUPRO. Rapazes vcs não acham que uma das coisas que está velada nas cenas de estupro é que elas excitam as pessoas [em níveis diferentes, ok?! kkk*]??? Elas mobilizam as pessoas, devem constar nos porões inconscientes dos nossos primórdios como o medo do escuro. Registros ocultos do começo de tudo!
Concordo com o comentário do Oneide e do senhores em geral tb. E acredito que o estupro de uma mulher ganha grandes proporções quanto maior for o cenário de perversidade montando para efetuá-lo. Depende muito do estuprador, ele quer uma mulher...Ele quer punir uma mulher...Ele quer se vingar da mãe o.O Quanto aos homens, concordo óbvio, é igualmente sério ao caso de uma mulher, para pior na minha concepção...
E... Tenho boas notícias para os senhores quanto a privação de liberdade submissa as facções, atualmente, na cadeia vc pode negociar! Mães, irmãs, namoradas, esposas e filhas estão valendo muito, como um bom lugar para dormir, CIGARROS e claro tirar o seu da reta^^

□■ ℓiv..☆ disse...

Parte II

As pessoas não gostam de reconhecer que orifícios corporais foram a primeira moeda de troca dos ditos humanos. Inventaram diversos termos ao longo tempos para dominar as mulheres ou seus orifícios, e dominaram! Bruxas, messalinas, putas, desfrutáveis, intelectualmente inferiores, destinadas a reprodução... E na pura hipocrisia, hoje dizem que a mulher conquistou seu espaço... A primeira vez que eu fui a uma ginecologista, ela me disse que toda relação sexual era na verdade uma agressão. O objetivo dela era fazer eu entender que em uma relação sexual sempre vão se romper alguns vasos sanguíneos e contato direto de mucosas é a porta de entrada perfeita para o vírus da AIDS. Foi uma introdução bem chocante para falar de AIDS... Pq ela não disse que poderia ser muito bom e agitado e alguns vasinhos poderiam se romper kkkk*? XD Ela se sentiu mais embaraçada para conversar sobre consentimento, ela disse que eu jamais deveria transar com um cara se não estivesse afim, pois isso seria um estupro consentido. Pois bem... E se eu quisesse dar pro cara pq gosto dele mesmo não estando afim de transar naquele momento? Teria medo ela, que eu ficasse dando para alguém "para cumprir obrigações de uma união"? Acredito que sim... Certamente se eu a procurasse para fazer um aborto ela ia me escorraçar... Como pode uma médica e mulher, não reconhecer que as mulheres são donas do próprio corpo e temer que alguém transe por constrangimento ou suposta "obrigação"? Como ou PQ? Pq tudo isso ainda existe [aos montes]e talvez sempre existirá...

□■ ℓiv..☆ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
□■ ℓiv..☆ disse...

Parte III

Quando eu tinha uns 8 anos na minha escola, o padre contava uma história de uma menina que virou SANTA. Ela havia ficado sozinha em casa e homens maus apareceram para "DESGRAÇÁ-LA" [sério eram termos assim] heróica e de uma coragem sem limites para não ser estuprada, jogou-se de uma janela e morreu, foi consagrada santa por ter feito isso. No auge dos meus 8 anos eu escutava essa história e só conseguia pensar... QUE AZAR HEN!!!!! Que azar dessa menina...

É isso... Estupro é assim, varia pela motivação [o tipo de estuprador], e seu resultado depende da relação da vítima com seu corpo, o seu imaginário sobre a sexualidade e os dogmas aos quais está preso... No cinema, nos desenhos, mobiliza e a gente fica meio "tenso curioso feliz" = algum "índice de tesão com culpa". Só não se tornem doentios e crueis...
AH E... Não generalizem as reflexões feministas! Mulheres que podem "REevoluir", defendem apenas seu direito de serem donas de si e não julgadas pela patologia alheia! Se recusam a acreditar que "amigo de mulher é cabeleireiro". Imbecis, parasitas pseudo-feministas liberais dão o rabo para vcs os fazendo acreditarem que estão no controle, se fazem de "muito mulher" e exigem que vcs sejam "muito homens", os transformam em cães labradores, dedicam o resto da convivência para critíca-los e apontar seus defeitos, "corrigí-los" e vcs nem percebem! ;)

evil monkey disse...

O.o...

#macaco se curva à um ser superior#

tcaquines disse...

Ah, mas agora, com a nova legislação, onde foi extinto o atentado violento ao pudor e que qualquer um pode ser estuprado, inclusive homens, algumas coisas irão mudar.

Anônimo disse...

Realmente os animes retratam os estupros de maneira errada, mas isto porque o o público alvo dele, são os denominados otakus (na conotação japonesa que é de alguém obsessivo e não na conotação brasileira que é um fã de animes) que são facilmente influenciáveis. Outro autor que mostra a realidade do estupro é o Go Nagai (a influência do autor de Berserk) que dizia sempre "em meus mangás tento mostrar realidade que os adolescentes precisam".